27 fevereiro, 2008

OS 10 CONCEITOS-CHAVE DO CONSERVADOR MODERNO


Como o capitalismo saiu vitorioso da Guerra Fria e o comunismo atualmente só existe em lugares obscuros como Cuba, Vietnã e a cabeça de Diogo Mainardi, a moda brasileira mais recente é se tornar conservador. Tem muita gente lendo e, em alguns poucos casos, até entendendo Burke, Chesterton, Friedman e Johnson. Em compensação, há também pessoas cometendo alguns equívocos desconcertantes, como certo amigo meu que, no afã de seguir o laissez-faire, levou tão a sério a Escola Austríaca que, mês passado, em nome do Estado mínimo, mudou-se para Sergipe.

Por esse motivo, e apesar de social-democrata de matiz escandinavo (para mim, como já disse mais de uma vez, trata-se do sistema mais justo do mundo, sobretudo quanto à aparência das mulheres), resolvi prestar um serviço de utilidade pública e reunir, abaixo, os 10 conceitos-chave da nova crença conservadora em nosso país. Leiam, decorem e, por fim, testem a eficácia deles gritando-os em voz alta ao invadir um acampamento de sem-terra. Confiram.

1. Todos os problemas do universo, a começar pelas supernovas e a extinção do sol daqui a bilhões de anos, são culpa da esquerda, a quem se devem também alguns desastres naturais como o furacão Katrina.

2. Os problemas do Brasil começaram quando, em vez de ensinar os índios a serem escravizados e torturados de acordo com as leis do mercado, Pedro Álvares Cabral, notório esquerdista, preferiu distribuir Bolsas Pau-brasil entre eles, acabando com a vontade de trabalhar dos selvagens e transformando-os em alcoólatras, vagabundos e hippies.

3. Graças a escravos negros e esquerdistas motivados por utopias estúpidas como a da igualdade racial e outras baboseiras maximalistas, nosso país não pôde se aproveitar das vantagens competitivas de uma mão-de-obra barata, sendo obrigado a trocá-la, após um período inicial de testes de apenas três séculos, por trabalhadores que recebem — pasmem — dinheiro em troca de seus serviços.

4. O movimento militar de 64 foi um contragolpe. Todo o mundo sabe que aqueles dez ou quinze sujeitos armados de bodoques, maoístas da pior espécie, mais cedo ou mais tarde combateriam as forças armadas e as derrotariam com facilidade.

5. O fechamento do Congresso e a redação de uma nova constituição por parte de Fujimori, além de inúmeras outras violações da ordem legal em diversas partes do mundo durante a década de 90 não tiveram grande repercussão nem levantaram clamores por democracia no Brasil — diferentemente do que ocorre hoje com relação à Venezuela — porque, como se sabe, pela definição histórica clássica, a ditadura só se configura como tal quando o ditador detém todos os poderes, suprime os direitos humanos, sufoca a oposição e usa camisa vermelha com boina.

6. A classe média é um estamento social lindo (Veloso, 2002), verdadeiro guardião dos valores do bem. Sem ela, as empregadas domésticas estariam subindo pelo elevador social e tomando banhos em nossas piscinas, além de recebendo – Deus nos livre – salário com desconto da Previdência.

7. A crise ética e moral que vivemos não tem nada a ver com a decadência dos valores da sociedade liberal moderna, a partir do século XIX, muito menos com gente como Nietzsche e Dostoiévski. É resultado apenas do fato de as escolas nacionais, esquerdistas que são, terem adotado Frei Betto e outros perigosos teóricos comunistas no currículo.

8. Os brasileiros são esquerdistas: daí, por exemplo, as filas e os sinais de trânsito não serem respeitados no país.

9. Ao contrário do que ocorre em outros países menos altruístas e pouco baseados no pensamento de Jefferson, a política externa dos Estados Unidos não procura, jamais, influenciar a de Estados independentes no sentido de se beneficiar comercialmente, mas apenas para espalhar valores democráticos e bonitos.

10. Prêmios Nobel como García Márquez e Saramago são burros, burros, coitados. Afinal, está cientificamente comprovado que é impossível ser inteligente e de esquerda ao mesmo tempo.

33 comentários:

Gustavo disse...

Lindo! Merece virar spam.
O perigo é assinarem Arnaldo Jabor.

Iza disse...

rsrsrsrsrs
adorei
um abraço

aline disse...

vc esqueceu desta máxima, do guru dos neoconservadores tupiniquins:

"o verdadeiro negro do mundo é o branco, pobre, macho, heterossexual e católico. Nenhuma ONG quer saber dele. Nem mesmo a justiça quer saber dele. É o mais desprezível dos seres. Chegará o dia em que não poderá nem mesmo dar beijo na boca." (AZEVEDO, Geraldo)

Márcio Pimenta disse...

Excelente, muito bom! Concordo com o comentário do Gustavo.

Helvecio disse...

Peraí...quem escreveu isso não foi um colunista da Veja?
Ainda nesta semana li que o golpe de 64 foi justo, do contrario haveria uma "cubanização" do Brasil...

Ane Brasil disse...

Caramba, Marconi, você foi no rim.
Posso mandar pro e-mail do Diogo Mainardi?
Sorte e saúde pra todos!

ingresia disse...

Beleza. Agora saia desta boréstia pernambucana e faça o decálogo do esquerdista.

Serbão disse...

sério candidato a melhor post do ano!!!
e eu achei mais uma jazida de comunistas: tem nos textos do Olavo de Carvalho!

Moacy Cirne disse...

Excelente, cara, excelente. Vou reproduzir um ou dois de seus tópicos no Balaio. Um grande abraço.

Jens disse...

Do car...! Quem escreveu, o LFV?
(Hihihihihi...)

Guilherme disse...

muito bom. Porra Marconi, você é fera cara e quero aprender suas técnicas de enlaçamento cômico, po.

Na moral, marconi, muito bom.

Faltou dizer que os canhestros,ou canhotos, também chamados sinistros, são de esquerda?

hehe, valeu pelo texto cara.

Muito bom.

Rodrigo disse...

Bom pra caramba, ficou perfeito.

neo-cid disse...

fraquinho, fraquinho

neo-cid disse...

10. Burros não, mas insanos. No hospício existe gente inteligente, como mostra a piada do interno que viu um cara perder as 3 porcas da roda ao trocar um pneu furado.

neo-cid disse...

9. os EUA nunca apelaram para o altruismo, o que a URSS fazia o tempo todo. Ainda que fosse provado que a URSS só ferrou seus satélites. Bem, isto é papo de guerra fria, não é mesmo?
Você tem algo contra o comércio?

neo-cid disse...

7. asserção verdadeira (você tem toda razão), razão falsa, pois apesar de Frei Betto ser uma besta, chegou depois.

neo-cid disse...

6. elitista, não vejo a classe média com bons olhos também.

chest disse...

4. não conseguiriam, mas talvez tivéssemos as FARB até hoje no meio do mato (as farcs você conhece)

chest disse...

1. Aqui você patina feio. Quem alimenta a idéia de que fenômenos naturais tem relação com atividades humanas industriais (aí indústria=capitalismo= ganância=sede de lucros) é a esquerda. O Lula (quando pensa com o lado esquerdo do cérebro) diz que até os tsunamis tem relação com o "aquecimento global" (parece que agora a moda vai ser congelamento global.

Rodrigo disse...

20 Anos de ditadura para acabar com uma guerrilha de 15 gatos pingados. Este Chest aprendeu a usar a cartilha deste post diritinho...

Marconi Leal disse...

Meu caro Neo-Cid ou Chest, depois de ler o que você escreveu, só me resta dizer com Machado: “Contrastes da vida, que são as obras de imaginação ao pé de vós!” Imagine você que este blog há tempos o que mais faz é ironizar jumentos de direita ou de esquerda, indistintamente. Mas esta é a primeira vez que alguém chega aqui para defender a categoria. Parabéns.

Chesterton-Dracul-el Cid disse...

A verdade dói, talentoso blogueiro (sem ironia, você escreve muito bem, vou comprar seu livro). Eu, enquanto reacionário, não posso me ater à beleza da forma, mas tenho que encontrar no conteúdo a semente do mal.
Assim, só me resta dizer com Dylan (o Bob): "you know that sometimes satan comes as a man of peace".

Rodrigo , 15 gatos pingados? Mas não eram milhares?

Marconi Leal disse...

"Sementes do mal"? Continue comentando, por favor, Chest.

chest disse...

6. A classe média é um estamento social lindo (Veloso, 2002), verdadeiro guardião dos valores do bem. Sem ela, as empregadas domésticas estariam subindo pelo elevador social e tomando banhos em nossas piscinas, além de recebendo – Deus nos livre – salário com desconto da Previdência.

chest- esse 6 não faz sentido....me explique o que você quer dizer.

chest disse...

O mal, o inferno na Terra, onde não existe o certo e o errado, onde o bem e o mal se equivalem.

Marconi Leal disse...

A interrogação anterior não era uma pergunta, propriamente, mas uma exclamação, Chest. É que seus comentários são mais engraçados que o post. Por exemplo, este último: "esse 6 não faz sentido... me explique o que você quer dizer". Hilário. Dá para fazer mais dez conceitos só com essas frases brilhantes. Continue comentando, mesmo sem entender o que eu quis dizer, por favor.

chest disse...

Já entendi, nem você entende o que escreve...sometimes. Aparecerei por aqui de vez em quando.

chest disse...

Quando você colocar ponto de exclamação aí é uma pergunta?

Marconi Leal disse...

Apareça. Prometo que nos próximos posts colocarei a explicação das piadas logo no final, para você não ficar muito confuso. Ah, e as ironias todas virão com um ponto de exclamação, para você também não ter dúvidas.

chest disse...

Uma piada tem que fazer sentido. Sentido gramatical.

chest disse...

não explique as futuras piadas, basta explicar aquele item que eu não entendi.

Marconi Leal disse...

Ai, ai, Chest. Assim você acaba me matando de rir, rapaz. Uh, uh. Você me dando lições de gramática era o que faltava! Deveria fazer como você, por exemplo, que não bota ponto final nos comentários, escreve "altruísmo" sem acento e inicia frases com minúsculas, entre outras coisas? Ha, ha, ha. Ih, ih. Quer dizer que você não entendeu o item 06 porque ele não tem a pontuação correta, né? Nada a ver com insuficiência de inteligência, ahn? He, he, he, he. Continue comentando, garoto, continue comentando. Nunca tínhamos nos divertido tanto por aqui.

samantha disse...

não sei o que é mais engraçado, seu post ou os comentários e respostas do neo-cid/chest!!

hahahaha

já que é p/ ironizar, perdoe-me se já tiver feito pois é a primeira vez que entro no seu blogg, tem um manual de esquerda também?