19 outubro, 2007

O SUBPENSAMENTO VIVO DE MARCONI LEAL (1)


Existe um consenso entre críticos literários de botequim de Norte a Sul do Brasil: diálogo é coisa de escritor preguiçoso. Concordo com eles. Joguemos fora toda a obra de Platão.

*

Em vez de instaurar o capitalismo no Brasil, acho que a gente pode pular uma casa e partir direto para a criação de uma social-democracia de inspiração escandinava. É um sistema mais justo. Sobretudo no que se refere à beleza das mulheres.

*

O Brasil é um país sul-americano de solo fértil, em cujo subsolo se encontram inúmeras jazidas minerais. Nele se consegue produzir ou dele se extrai quase tudo. Menos filósofos. Devido a tal carência, os brasileiros costumam usar Paulo Francis e Caetano Veloso quando necessitam de pensadores.

*

Com relação à música, sou um verdadeiro Beethoven. Sobretudo no que tange à capacidade auditiva do compositor pouco antes de morrer.

*

Sendo esplendorosa minha faculdade de orientação espacial, se fosse muçulmano estaria irremediavelmente condenado à geena. Não conseguiria fazer minhas orações, pois jamais saberia para que lado fica Meca.

*

Nossa sociedade atingiu tal nível de sofisticação que o único resquício de tradição clássica que nela atualmente encontramos é o churrasquinho grego.

*
Se letra de música não é poema, como repetem exaustivamente em mantras por aí, deve-se atirar no lixo toda a tradição lírica da Grécia Antiga.

*
O Brasil é um país de extensão continental, limitado a Leste pelo Oceano Atlântico, ao Sul pelo Uruguai e em seus juízos pelo cérebro subdesenvolvido de seus cidadãos.
.

16 comentários:

Alena disse...

Joga fora Platão e filosofa Caetano! ótimas!

Adorei, Marconi.

Gustavo Chaves disse...

adorei, pela parte dos poemas em músicas, então!

Halem Souza (Quelemém) disse...

Pretendes fazer concorrência com Olavo de Carvalho ou Marilena Chauí?

Brincadeirinha...

Um abraço.

Taja disse...

Eu também não sei onde fica Meca, mas o Bar Brhama sei muito bem onde fica.

Ana Maria disse...

hahaha, adorei! garanto que o seu senso de orientação espacial não é pior que o meu. :-))

Mazinha disse...

Você foi perfeito. Mas, esqueceu que o Paulo Coelho tb é filósofo...

luma disse...

Boas demais! só rindo e me deliciando! Beijus

Jens disse...

Ora, ora ora... O Marconi Leal pensa. E eventualmente pensa bem. Grande supresa. Nem tudo está perdido.
Um abraço e um bom findi.

Ane Brasil disse...

Marconi, meu bruxo, se esse é o seu subpensamento... estou subconcordando em gênero, n° e grau (menos no que se refere àquele lance de social democracia escandinávia... e a neguinha aqui, fica como?)

Moacy Cirne disse...

Ué, pensei que tivesse deixado um comentário aqui, ontem. Não o fiz? Faço-o agora: ducaralho!

GUGA ALAYON disse...

Marconi para sub-filósofo oficial!

Josias de Paula Jr. disse...

Ao lado do churrasquinho grego (que eu nem sei o que é), temos os "clássicos" do futebol.

Carlos Wilker disse...

clap, clap, clap...

regina ramão disse...

E o Gil? Não seria Caê discípulo de Gil? Ou é o contrário?

Pô, Marconi, tô de cara contigo. Desde que alterei meu blogue, mas não meu ego, tu me abandonaste. Nem lincada fui nesta tua bodega. Magoei. =(

Mesmo assim, boa semana, guri!

Re

Marcelo F. Carvalho disse...

Marconi, simplesmente fantástico essas suas reflexões!
Abraço forte!

edu disse...

Acho que você mudaria de idéia se fosse visitar comigo as mulheres escandinavas que trabalham na matriz da minha empresa dinamarquesa...