08 junho, 2007

TERRORISMO (CONTINUAÇÃO)


Fico imaginando o sujeito, depois de ter cumprido o compromisso matrimonial (o que, convenhamos, se ele não for o Michael Douglas ou sofrer de priapismo será uma tarefa um tanto difícil), trêmulo, olheiras largas, exausto em sua confortável cama big-large-huge-king-Solomon-size, ladeado por suas consortes.

Após recuperar o fôlego, ele acende um narguilé e, olhando languidamente para as suas cônjuges, diz:

— Foi bom pra vocês?

Ao que uma delas retruca:

— Como “bom”? Com exceção da Revolução Francesa e do rodízio de carnes você por acaso conhece alguma invenção humana que envolva essa quantidade de sangue e que tenha tido alguma valia?
— Nem me fale! — emenda outra. — Só agora eu descobri como é que o Mar Vermelho ganhou aquela cor. O Paraíso deve desaguar nele...
— Pior que a guerra, menina — fala uma terceira. — Na guerra pelo menos a gente vê uma cabeça arrancada aqui, um homem trespassado acolá, tem mais movimento...
— E as armas são maiores, se é que você me entende — completa sua vizinha, e as reclamações se generalizam.
— Horrível! Que horas são, hein? Já se passaram 24 horas? Eu quero o meu hímen de volta!
— Somos duas. Quanta decepção. Tanta expectativa pra finalmente ver uma coisa caolha e torta cuja única função é levantar a cabeça pra cuspir!
— Urgh! E aquela coisa balançando ali embaixo? Uh-uh! Hilário. Pra que será que serve aquilo, meu Alá?
— Não sei, mas ele urrou de prazer quando eu mordi com força aquelas bolinhas que tem lá dentro, você viu?
— É uma espécie de bolsa, né? O interessante é que a gente não consegue abrir. Puxei de toda maneira e não teve jeito.
— Bobonas! Será que vocês não percebem que aquilo se chama “saco escrotal”? Então não sabem pra que serve, ora? É justamente pra abrir a boca dos homens. Eu apertei bem forte e funcionou na hora.
— Não, não, não! Pra abrir a boca é só enfiar o dedo naquele buraquinho que fica logo atrás da bolsa, minha nega. Comigo deu certo.
— Errado. Quando enfiei o dedo o que consegui foi fazer ele mudar de cor. Acho que a função é estética.
— Isso porque você não enfiou o dedo até o fim. Nesse caso, o que acontece é que aumentamos sua capacidade de salto. Não viram quando ele quase bateu no teto? Querem ver? Olhem aqui...

Mas nesse momento o homem já havia sumido. Desesperado, foi ter com o Profeta para rogar lhe transferisse imediatamente a um lugar menos inóspito, como o mármore do inferno, por exemplo, onde no máximo teria uma queimadura ou outra e não precisaria, todo mês e pela eternidade, suportar 72 TPMs nem discutir, infatigavelmente, 72 vezes a relação.

22 comentários:

Yvonne disse...

Essa foi demais, rsrsrs.72 mulheres com TPM? Nem Alá agüenta. Beijocas

Anita disse...

que coisa mais engraçada, Marconi. Uma delícia! Eu também quero uma big-large-huge-king-Solomon-size. hahahaha.

Moacy Cirne disse...

72 virgens no Paraíso muçulmano: eis o segredo que faz com que jovens árabes se tornem homens-bomba. Mas se eles tivessem acesso ao seu texto, decerto deixariam de lado essa prática pouco convencional de se gozar a eternidade. E obrigado pelo "parabéns" do seu último comentário no Balaio. Você é Inter, não é? Também está de parabéns pela conquista da Recopa. Aliás, se fosse Grêmio, igualmente estaria de parabéns pela classificação diante do Santos. Um abraço.

Jens disse...

Porra, Marconi, conseguiste: depois dessa vou ficar uns três meses sem c... ninguém (mentalmente, mentalmente, por enquanto...). Satisfeito?

sandra camurça disse...

Meu querido, tou passando por aqui só pra te deixar um beijo e retribuir a visita lá no refúgio. Hoje meu tempo é curto e não vai dar pra ler tua crõnica. Um beijo.

wilson disse...

Muito bom. Marconi, nos teus enlaces está o pequena mídia que acessei e gostei. Ele solicitou participação no sivuca mas não foi aceito. Não entendi a recusa já que a linha do PM é bem ácida em relação ao PUM. Não entendo certos critérios de certas coisas.

Ane Brasil disse...

kuaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
pobre homem tsc, tsc, tsc... 72 TPMs são um castigo e tanto.
Saudades de ler você meu nego!
E DÁ-LHE INTER!
Sorte e saúde pra todos!

Serbão Rushdie disse...

Marconi, o grande mistério do Islamismo é esse: como as 72 mulheres mantém a virgindade pela eternidade? hímen complacente? estoques infinitos de Virgin Again? um cirurgião plástico de plantão?

Sergio disse...

Olá, Marconi!

Dia desses falando sobre blogs engraçados falei que o eu é o melhor, disparadamente...rsrsrs...vou pedir teu livro, e autografado com tua letra horrivel mesmo..rsrsrs

um abraço e bom domingo

Márcia(clarinha) disse...

Putzzz, essa quantidade de TPMs pode ser chamada de azar ou coincidência?
semana linda
beijos

Sandra disse...

Caraca!!!!! 72? Com TPM? É... O fogo do inferno e bem mais tranquilo.

Beijos

marcelo disse...

uaaaaaaaaaaaaaaaaá rá rá muito bom!

abs

Gustavo Chaves disse...

Grande sacada!!!

Márcia(clarinha) disse...

Marconi, como faço para ter seu livro por 25 pilas e ainda autografado?
beijos

Costajr disse...

Tomara que esta crônica não chegue aos fundamentalistas do islã. Já imaginou, Leal, Aquela passeata em Teerã ou no Paquistão pedindo sua cabeça?

DO disse...

Rsssss,santa criatividade,hem Marconi.
Impagáveis suas histórias.
Abração e uma otima semana.

Claudio disse...

Deixei uma singela homenagem lá no JCF e um servicinho procê.

abs

Sonia disse...

O terrível mesmo é ter que discutir 72 relações.
Você perguntou quando eu voltaria a blogar. Pois será amanhã (hoje?), terça-feira.

sidnei disse...

E eu adoraria uma cama big-large-huge-king-Solomon-size... especialmente se ela viesse junto com uma casa em que ela coubesse com folga!!!

Tina disse...

Marconi,

Você não existe! De onde tira tanta idéia genial assim? Estou rolando de rir e imaginando a TPM...rs

beijos querido, saudade!

Márcia(clarinha) disse...

Obrigada Marconi,
enviarei o endereço...
beijos

Marco disse...

Rapaz! Eu não tinha pensado nessa hipótese! Discutir 72 relações e enfrentar 72 TPM!!! E chamam isso de paraíso. Olha, caro Marconi, em nome da paz mundial, eu sugiro que estes seus textos sejam traduzidos para o árabe e distribuídos entre todos os candidatos a homem-bomba! Duvido que algum arriscaria...
Carpe Diem.